Perguntas que músicos odeiam: como evitar?

Perguntas que músicos odeiam: como evitar?

Músicos são seres humanos normais. São pessoas com alguns dons, como todo mundo, e que trabalham duro, como quem quer ser feliz fazendo o que ama. Mas, sabemos que ao conhecer um "artista" as pessoas gostam de satisfazer a curiosidade e perguntar muitas coisas.

Seria muito bom se algumas situações pudessem ser evitadas e, por isso, vamos contar para todo mundo quais são as perguntas que os músicos odeiam:

Foto: Pexels

Você é músico, mas trabalha com o quê?

Música é trabalho, minha gente! Quem trabalha com isso gasta muitas horas, estuda, investe bastante e precisa ganhar dinheiro, normalmente. Tendeu?

Você canta tipo quem?

Ser original é uma característica da maioria dos músicos, que não gostam muito de comparações. Perguntar qual é o estilo e com o quê se parece pode parecer um desrespeito à criação musical. Para conhecer, o melhor é escutar o trabalho e tirar suas próprias conclusões.

Você só toca?

Oi? Porque ninguém pergunta para um cirurgião se ele só faz cirurgia?

Você só canta?

Só? Ah, deixa pra lá!

O que esta música quer dizer?

A história por trás de uma música pode ser muito complexa. O sentido pode variar de acordo com quem escuta, o significado é subjetivo e muitas vezes é algo impossível de explicar. Então, escute e sinta!

Por que você não vai no The Voice?

Por razões que podem ser: eu não gosto, ou eu já tentei e não fui selecionado, ou porque simplesmente a música não se limita em ir a um programa de TV.

Por que você não é famoso?

Por que? Vamos perguntar para o universo!

Você ainda mexe com música?

As pessoas continuam mexendo com política, com história e com cultura. Ah! E com drogas! Eu trabalho com música.

Aproveita que você tá aqui e dá uma palinha?

Se tem algo que enche o saco é quando você chega num bar, num aniversário ou em qualquer lugar aonde as pessoas te pedem para tocar ou cantar, em um momento em que você simplesmente queria curtir como qualquer ser humano. Diga não à palinha, deixe o músico em paz!

Mas lendo atingi o bom senso...

Brincadeiras à parte, é preciso ter bom senso para tudo na vida. Escolhemos essas perguntas, mas sabemos que há muitas outras que incomodam bastante. Se lembrar de mais alguma, nos conte! Se tiver algum caso interessante também relacionado ao tema, queremos saber!

Na música é preciso trabalhar muito e avaliar se realmente esse é o seu negócio. Pensando nisso, te darei 10 motivos para não viver de música e a escolha é sua!

 

Sobre o Autor

Nathy Faria

"Nathy Faria é emprendedora à frente da La Otra (Agência de soluções criativas no ecossistema musical), cantora e compositora, com formação em jornalismo (UNI-BH, Brasil), música (Universidad de Évora - Portugal), mestrado em Economia Criativa y Gestão Cultural (Universidad Rey Juan Carlos - Espanha). Ao longo de 15 anos na música e sua experiência internacional, a artista participa de feiras internacionais como FIM (Guadalajara, MX), Midem (Cannes, FR), Porto Musical (Brasil), entre outras. Atualmente, mora em Madrid onde desenvolveu uma metodologia exclusiva de coaching para empreendimentos criativos e musiciais e acaba de ganhar um prêmio de inovação pela "Factoria Cultural" com a plataforma da La Otra.

comentários

  1. 22 de março de 2017 em 22:12
    Resposta

    À autora: maneiro o conteúdo mas é a sua estratégia que está me encantando todos os dias! Você me representa!

    Pra não perder o foco, difícil ouvir: “E a música, já está dando dinheiro?”

Deixe seu comentário